01/09/2018

Sal é sal, não importa a cor...

O consumo de sal da população brasileira excede o dobro da recomendação, o que significa que a maioria dos brasileiros consome uma quantidade muito superior à recomendada. 

Busque adaptar o seu paladar a uma menor quantidade de sal: vá reduzindo aos poucos a quantidade adicionada no preparo das refeições até conseguir diminuir o consumo diário. 

Para ter uma noção da quantidade, utilize uma colher de chá para contabilizar o quanto está colocando na panela na hora do preparo.

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia. Disponível em: Acessado em: setembro de 2017.

Notícias

COLESTEROL

O colesterol desempenha funções essenciais em nosso organismo, como a produção de alguns hormônios, tais como vitamina D, testosterona, estrógeno, cortisol e ácidos biliares que ajudam na...

+ Leia mais

HPV - Riscos para o coração

As mulheres que possuem o vírus do HPV devem estar atentas aos sintomas de enfarto, já que os sinais do problema podem confundi-las.

+ Leia mais

O que é Sedentarismo/ obesidade

Considerado o mal do século, o sedentarismo é um dos fatores de risco para doenças cardiovasculares.

+ Leia mais

Controle da diabetes é importante...

Controle da diabetes é importante para reduzir os riscos cardiovasculares

+ Leia mais